A Diretoria Executiva da Associação dos Municípios do Extremo Sul Catarinense (AMESC) encaminhou ofícios ao governador de Santa Catarina, Carlos Moisés da Silva, e ao secretário estadual de Saúde, Helton de Souza Zeferino, para solicitar a implantação imediata de 20 leitos de UTI adulto, a fim de garantir mais segurança à população, já que o Hospital Regional de Araranguá está com salas prontas para tal, faltando apenas os equipamentos.

Preocupados com a situação causada pela pandemia do Coronavírus, especialmente com a capacidade de atendimento do Hospital Regional de Araranguá, os prefeitos encaminharam o ofício GP. 002/2020.

Conforme a Diretoria Executiva, composta pelo presidente Ronaldo Pereira da Silva, prefeito de Balneário Gaivota; 1º vice-presidente João Batista Mezzari, prefeito de Jacinto Machado; 1º secretário Valdionir Rocha, prefeito de Morro Grande e 2º secretário Aldoir Cadorin, prefeito de Ermo, a saúde é direito de todos e dever do Estado, garantido mediante políticas sociais e econômicas que visem à redução do risco de doença e de outros agravos e ao acesso universal e igualitário às ações e serviços para sua promoção, proteção e recuperação, na forma do artigo 196 da Constituição da República.

“Considerando a alta incidência do Coronavírus em nossa região, onde na data desta quinta-feira, dia 16, temos a seguinte situação: Araranguá: 04 casos confirmados; Balneário Arroio do Silva: 04 casos confirmados; Balneário Gaivota: 02 casos confirmados; Passo de Torres: 01 caso confirmado; Sombrio: 10 casos confirmados; Santa Rosa do Sul: 01 caso confirmado e Timbé do Sul: 01 caso confirmado, totalizando na região da AMESC o total de 23 casos confirmados e duas mortes e sendo que o Hospital Regional de Araranguá possui apenas dez leitos de UTI disponíveis à população de toda a região da AMESC, tanto para atendimento de COVID-19, como para as demais emergências, nos unimos para lutarmos pela nossa região”, enfatiza o presidente da Amesc, Ronaldo Pereira da Silva.

Os prefeitos argumentam que a média nacional de leitos de UTI é de 50 leitos por 200 mil habitantes e que a região está muito abaixo da média nacional, pois a população dos 15 municípios da AMESC segundo previsão do IBGE 2019 é de mais de 202 mil habitantes; além d a região ser considerada a mais carente do Estado e que por mais de 15 anos ficou sem nenhum investimento no Hospital Regional de Araranguá.

Normalmente, a ocupação desses leitos gira em torno de 90%, sendo que rotineiramente pacientes precisam ser transferidos para outros Hospitais da região em buscas de vagas de UTI. No dia 13 havia oito leitos de UTI ocupados, em que dois casos são de Coronavírus confirmados, quatro com resultado negativo e dois suspeitos.

 

Região Sul terá mais 376 leitos de UTI

Em reunião com os deputados o secretário de Estado Helton Zeferino informou que serão instalados 713 novos leitos de UTI no em Santa Catarina, que atualmente conta com 1077.
Questionado pelo presidente da Frente em defesa da Saúde deputado Zé Milton sobre os leitos na região sul que possui 129 leitos, Zeferino respondeu que até o mês de junho serão mais 376 unidades de terapia intensiva. Sendo que está planejado para o Sul catarinense a instalação de 105 novos leitos em abril, 138 em maio e no mês de junho mais 133. Nesta primeira fase de planejamento Zeferino comentou que o Hospital Regional de Araranguá irá receber 10 novos leitos de UTI.

“Estamos trabalhando com a Secretaria de Saúde para que até o final das novas instalações Araranguá receba pelo menos mais 30 novos leitos. A soma de esforços nos deu a previsão inicial de 10 leitos e acredito que ao final teremos esse número triplicado”, defendeu o Zé Milton, que novamente cobrou a integralidade dos pagamentos aos Hospitais municipais e de pequeno porte que não estão inclusos no não inclusos na Política Estadual Hospitalar, como no caso do de Sombrio, Timbé do Sul, Praia Grande e mais 52 instituições de saúde.

“Saímos um pouco mais satisfeitos com a reunião uma vez que nos apresentaram metas e que iremos acompanhar para somarmos esforços ao que nos cabe como parlamentares e cobrar o resultado deste planejamento”, finalizou Zé Milton.

 

Juliana Borba preside o PDT sombriense

PDT de Sombrio realizou sua convenção interna em 28 de março, tendo eleito novo diretório e a executiva que irá dirigir o partido pelos próximos dois anos. No entanto, em respeito ao drama mundial decorrente da covid-19, resolveu permanecer em silêncio até agora. O ex-presidente, Celso Rogério de Souza afirmou que apesar da obrigatoriedade na realização da convenção partidária, decorrente da legislação eleitoral, o momento é de luto e não demanda comemorações.

É fato que a eleição interna trouxe muitas mudanças, nomes conhecidos da cidade de Sombrio estão a compor a executiva municipal, são eles, Vitório Gamba, Sandoval Miguel Ferreira, Celso Rogério de Souza, Edimilson Pereira Colares, Roseno da Silva Silveira, Eugênia Aparecida Generoso (Linda), Antônio Tadeu Gimenez Lima, Aldoni Coelho Junior (Xodó), sendo líder de bancada João da Silva Silveira. Outra novidade que a Convenção partidária trouxe foi a escolha de uma mulher, a única em Sombrio, a ser presidente e comandar um partido político, Celso relatou que a escolha foi pautada numa dinâmica estabelecida de valorização da mulher na política, contando com o apoio dos homens e mulheres, que por aclamação, elegeram como dirigente, a advogada Juliana Borba, segundo Celso, que é atual coordenador do Partido, esta possui bagagem e experiência suficientes para o encargo assumido, além de atuar há 17 anos como advogada na cidade, já foi assessora jurídica no município de Balneário Gaivota durante a gestão do ex-prefeito Bonamigo, assessora da Câmara de Vereadores de Sombrio, até 2016, quando então foi convidada a assumir a assessoria jurídica da Fesporte, tendo seu nome e sua experiência sido muito bem recebidos por todos.

Novos membros de renome e famílias tradicionais na cidade, também estão chegando no PDT, como o empresário Júnior Candido, Tanoa Acorde e Natanael Corvelo, além do de vereador Cacai Amorim, deixando nítido o clima de renovação, expansão e fortalecimento do partido, que conta com apoio incondicional dos deputados estaduais do PDT, Rodrigo Minotto Forquilhinha e da também Deputada Paulinha. Ambos tem avalizado e estreitado os laços com o Diretório, demonstrando total apoio e vendo com bons olhos as modificações efetuadas e a potencialidade real do PDT nas eleições municipais de 2020. O partido também tem o vereador João da Silva, Líder do Partido na Câmara Municipal, e como pré-candidato a prefeito Sandoval Ferreira, técnico da Epagri. O partido teve um crescimento de 200% no número de filiados nos últimos 4 anos.