A exemplo dos anos anteriores, a Celesc irá aumentar a força de trabalho para dar conta de eventuais ocorrências na distribuição de energia em Santa Catarina, durante o feriado de Carnaval, época que corresponde ao segundo período de maior movimento de turistas no verão catarinense, perdendo apenas o réveillon.

No total, serão pelo menos 260 equipes (próprias e terceirizadas) e 18 coordenadores técnicos envolvidos no atendimento às situações de emergência, o que movimentará uma força de trabalho de mais mil eletricistas, com atuação de equipes leves (serviços rotineiros) e equipes pesadas (troca de postes e transformadores).

Além da preocupação com o fornecimento de energia, a Celesc também alerta a população para e o risco de acidentes envolvendo a rede elétrica.

Atenção redobrada

•Não ligue ou use aparelhos elétricos próximos a duchas ou piscinas, como caixas de som ou similares;

•Evite trafegar debaixo da rede elétrica em trios elétricos ou veículos semelhantes cuja altura possa expor as pessoas ao choque elétrico;

•Se você for vítima de colisão de veículos contra postes de energia: não saia do veículo! Você poderá tomar um choque se houver um cabo partido em contato com o automóvel;

•Não tente socorrer vítimas de colisão se houver fio partido. Ligue imediatamente para a Celesc (0800 48 0196) e para o Corpo de Bombeiros (193);

•Respeite a distância de segurança necessária entre os enfeites e a rede elétrica. Não use materiais condutores de eletricidade como fitas metalizadas, papel alumínio ou laminado fios de cobre;

•Não lance serpentinas ou confetes sobre a rede elétrica, sejam metálicos ou não.

•E, lembre-se: ligações irregulares aumentam o risco de acidentes com choque elétrico. Sem falar que ligação clandestina é crime, com pena de até quatro anos de reclusão.