No início da tarde de ontem (23), Eliane Terezinha Milcharek Battilana, conhecida como “Galega da Bicicleta”, caminhava pela rua Pedro Gomes, nas proximidades da Casa da Fraternidade, no bairro Lagoão, quando um homem efetuou cinco disparos com arma de fogo, pelas costas e à queima roupa, atingindo a vítima.

Imediatamente, vários curiosos compareceram ao local e puderam presenciar a fuga do homem que atirou contra Eliane. Ele fugiu por uma rua próxima, onde havia deixado uma motocicleta utilizada para fugir.

“Quando chegamos no local, nos deparamos com o corpo da vítima, uma mulher contra quem haviam sido disparados pelo menos cinco disparos de arma de fogo. Desses disparos, pelo menos três atingiram-na na cabeça”, conta o delegado responsável pelo caso, Lucas Fernandes da Rosa, da DIC – Divisão de Investigação Criminal de Araranguá. Outros dois tiros atingiram a vítima, nas costas e no braço. Segundo informações apuradas pelo delegado, através de relatos de moradores das proximidades, o autor dos disparos seria um morador da vizinhança.

Em diligência, verificou-se que a casa não estava mais habitada, apenas um ponto de tráfico de drogas, inclusive com restos de drogas jogados pelo local. “Com base em informações obtidas, a polícia militar foi até o local indicado por alguns vizinhos e conseguiu localizar em um terreno baldio, uma arma calibre 380, mesmo calibre utilizado no crime”, declara o delegado. A arma foi apreendida e encaminhada à delegacia.

“A polícia civil trabalha com a hipótese de execução dessa vítima, vamos agora tentar identificar esse autor”, conta o delegado, que já tem algumas linhas de investigação e “um norte”, em relação à autoria.