Daiane Conrado de 38 anos era moradora de São João do Sul

Na tarde desta segunda-feira (10) a Polícia Militar e Polícia Civil foram acionadas por pescadores para atender uma ocorrência na comunidade de Campestre, onde no Rio Mampituba tinha sido encontrado o corpo de uma mulher. Polícia Militar e Polícia Civil se deslocaram para o local e encontraram o corpo de uma mulher de cabelo preto, pele branca. Ela usava uma camiseta preta, short rosa e uma sandália rosa. O corpo estava dentro d’agua próximo ao barranco do rio.

O Instituto médico legal (IML) e o  instituto Geral de Perícias (IGP) foram acionados. No trabalho pericial foi usado um caiaque de populares para acessar o local onde estava o corpo da vítima. Durante os trabalhos pericias foram ouvidos os pescadores que encontraram o corpo da mulher e também filmado e fotografado o local dos fatos. A vítima apresentava perfurações de faca no pescoço, rosto e no peito.

Familiares da mulher procuraram a Polícia que atenderam os parentes na delegacia de São João do Sul.

De acordo com as informações, a vítima, Daiane Conrado de 38 anos era moradora de São João do Sul. Segundo uma amiga de Daiane, na madrugada de sábado (08), a vítima estava em Torres no centro e por volta da uma hora da madrugada teria saído sem celular, dinheiro e documentos. Familiares sentiram falta dela em poucas horas já que não era costume da mesma ficar tanto tempo fora de casa pois tem dois filhos adolescentes.

A Polícia Civil da Comarca de Santa Rosa do Sul iniciou a investigação para buscar a autoria e a motivação do crime. O corpo foi conduzido para o IML.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui