Com a modificação da matriz de risco na região do Extremo Sul, saindo do quadro laranja e retornando ao vermelho, a Administração Municipal de Maracajá, seguindo as orientações do Governo do Estado, editou novo decreto com medidas de prevenção contra a Covid-19.
O decreto já entrou em vigência nesta sexta-feira (27) e terá validade até dia 4 de dezembro, podendo ser prorrogado caso a matriz de risco permaneça em vermelho, para risco gravíssimo.
Os fiscais da Vigilância Sanitária de Maracajá estão comunicando os estabelecimentos quanto as novas regras. Segundo o fiscal, Carlos Fernando Costa, é importante que a população respeite as orientações, cabendo ao órgão a fiscalização.
Entre as principais medidas relatadas no documento, ficam suspensas no município:
– Atividades como eventos, shows ou espetáculos;
– A concentração e permanência de pessoas em espaços públicos de uso coletivo como parques e praças, com exceção da prática esportiva;
– A realização de conferências públicas ou privadas que acarretem em aglomeração;
– O funcionamento dos serviços públicos municipais, estaduais e federais que não poderem ser feitos de forma rêmora, exceto serviços essenciais;
– As aulas presenciais, sem prejuízos ao calendários escolar.
Com relação as medidas as restrições a fim de diminuir a transmissão do vírus fica determinado que:
– Bares, restaurantes, conveniências e similares poderão abrir em horário conforme informado no alvará;
– Será permitida a entrada de um único membro da famílias em estabelecimentos de alimentos, como supermercados, padarias, mercearias e afins;
– Fica determinado o uso obrigatório de máscaras de proteção individual para circulação em ruas, calçadas, acesso aos estabelecimentos comerciais, transporte público e durante a jornada de trabalho, quando compartilhado ambiente com outras pessoas.
– Também fica proibido aglomerações em residências deste município