Para adultos e crianças acima de 12 anos, a dose máxima é de 4 gramas em um dia

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) emitiu alerta sobre os riscos do uso indiscriminado de paracetamol. Segundo o órgão regulador, isso pode levar a eventos adversos graves, incluindo hepatite medicamentosa e morte.

De acordo com a Anvisa, o paracetamol vem sendo utilizado para aliviar sintomas de eventos adversos pós-vacinais, como febre e dores de cabeça. Entretanto, a utilização incorreta pode causar eventos adversos graves, com desfecho fatal quando o uso é prolongado ou acima da dose máxima diária.

“Deve-se ter em mente que para qualquer medicamento existe um risco associado ao seu consumo. Por isso, é fundamental que o produto seja utilizado de forma correta, seguindo as recomendações de bula e as orientações dos profissionais de saúde”, diz a Agência.

Ainda conforme o órgão, uma vez utilizado para alívio de dores e febre, devem ser observadas a dose máxima diária de paracetamol e o intervalo entre as doses recomendado em bula, para cada faixa etária.

Para adultos e crianças acima de 12 anos, a dose máxima é de 4 gramas em um dia (24 horas); em crianças entre 2 e 11 anos não deve ser utilizado mais de 50-75 mg/kg, em um dia. Já para as crianças abaixo de 11 kg ou 2 anos ou com menos de 20 kg deve-se consultar um médico antes de usar.