Entre os dez primeiros municípios catarinenses com um saldo maior de empresas constituídas em 2021 aparece Criciúma com 3.593 CNPJs

Indicador da continuidade do crescimento econômico, o número de abertura de empresas no território catarinense aumentou de maneira constante ao longo de 2021. Santa Catarina registrou um saldo de 132.308 novos negócios no acumulado do ano até novembro, segundo o Observatório da Junta Comercial de Santa Catarina (Jucesc), vinculada à Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDE).

O saldo de novas empresas representa a diferença entre as constituições e as baixas: 193.966 empresas foram constituídas nos primeiros 11 meses de 2021 e 61.658 foram extintas no estado. Já em 2020, houve a inclusão de 156.238 novos CNPJs no sistema da Junta Comercial e um registro de 47.219 que deixaram de existir, o que resultou no saldo de 109.019 novos empreendimentos.

“Isto representa uma alta foi de 21,36% em novos negócios, se comparado com janeiro a novembro de 2021 com o mesmo período de 2020. Já se analisarmos os primeiros 11 meses deste ano com o de 2019, que não tinhamos a pandemia, o crescimento foi 42,42%. Nossa expectativa é de que, em dezembro, o número de novos negócios siga aumentando de forma constante”, destaca o presidente da Jucesc, Gilson Lucas Bugs.

A agilidade para a constituição foi um dos motivos que influenciou no bom resultado de 2021. Hoje, com a junta 100% digital em Santa Catarina, é possível abrir um novo negócio em apenas alguns cliques, colocando o estado entre as três Juntas mais rápidas do Brasil.

Entre os dez primeiros municípios catarinenses com um saldo maior de empresas constituídas em 2021, estão: Florianópolis (14.854); Joinville (11.410); Blumenau (7.262); Itajaí (6.818); São José (5.616); Palhoça (4.790); Balneário Camboriú (4.393); Chapecó (4.287); Jaraguá do Sul (3.817); e Criciúma (3.593).

Empreender como oportunidade

Os dados apresentados pelo Observatório Jucesc confirmam também que muitos catarinenses, durante a pandemia, viram no empreendedorismo uma oportunidade. O número de empresas constituídas em 2021 comprova o fato. Foram 104.108 novos CNPJs de natureza Microempreendedor Individual (MEI). A segunda colocada é a Limitada (LTDA), com 28.166 empreendimentos. Na sequência estão as classificações de S/A, Cooperativa, entre outras.

Quando analisado o saldo dos ramos de atuação de janeiro a novembro de 2021, o comércio lidera com 29.117 novos negócios. Em seguida aparecem indústria de transformação (16.005); construção (14.718); atividades profissionais, científicas e técnicas (10.622); outras atividades de serviços (10.435); atividades administrativas e serviços complementares (10.008); alojamento e alimentação (9.528); transporte, armazenagem e correio (9.154); educação (5.741); informação e comunicação (4.255); entre outras na sequência.

Aualmente, Santa Catarina conta com mais de 1 milhão de empresas ativas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui