Santa Catarina recebe na manhã desta segunda-feira (18) as primeiras doses da CoronaVac, vacina contra a Covid-19 do Instituto Butantan feita em parceira com o laboratório chinês Sinovac. Inicialmente, o Estado receberá 126.560 doses da vacina. Segundo o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, a imunização deve iniciar em todo país nesta segunda, às 17h.

A remessa vem do centro de distribuição de logística do Ministério da Saúde em Guarulhos, na Grande São Paulo. As doses são esperadas na Base Aérea de Florianópolis. Carros da Polícia Federal chegaram ao local por volta das 7h40min. Eles devem escoltar o lote de vacinas.

A tendência é que as doses sejam levadas para o almoxarifado da Secretaria de Estado da Saúde, em São José, na Grande Florianópolis. A partir daí, equipes da secretaria farão a conferência e o repasse das doses do governo do Estado para os municípios de Santa Catarina.

Dentro do Estado, a escolta deve ficar a cargo de órgãos de segurança estadual, como a Polícia Militar. Nas regiões mais próximas à Capital, o transporte deve ser feito por rodovia, mas em áreas mais distantes, como o Oeste, aeronaves podem ser usadas no envio das doses.

Em declaração nesta segunda, o secretário de Estado de Saúde, André Motta Ribeiro, afirmou que a intenção é distribuir as doses ainda nesta segunda-feira.

— São mais de 126 mil doses, serão recebidas pelas equipes da secretaria do estado de saúde para separação e catálogo dessas vacinas, e hoje mesmo serão distribuídas às regiões e às cidades catarinenses. Deveremos iniciar então hoje a imunização na sociedade catarinense contra o coronavírus — disse André Motta Ribeiro.

Conforme o plano de vacinação, o primeiro grupo vacinado será formado por trabalhadores da saúde, a população idosa a partir dos 75 anos de idade, as pessoas com 60 anos ou mais que vivem em instituições de longa permanência (como asilos e instituições psiquiátricas) e a população indígena. 

Em Santa Catarina, o grupo é formado por 426.678 de pessoas. O total de doses recebido nesse momento (126.560 doses), portanto, atenderia 29,6% do grupo previsto para ser vacinado inicialmente.