A força do temporal derrubou postes na região da Figueirinha

Na madrugada deste sábado, 18 de novembro, uma tempestade com fortes ventos acompanhados de chuva torrencial e enxurradas causaram uma série de prejuízos, ainda não calculados nas áreas urbanas e rural de Balneário Gaivota. A força do temporal derrubou postes na região da Figueirinha, árvores, destelhou parte da sede do CTG Sul Catarinense e um galpão de festas, ruas, avenidas, estradas, calçadas e a enxurrada foi abrindo erosão por todos os lados.

Logo que começaram a receber informações dos prejuízos, o prefeito Everaldo dos Santos, Kekinha e Vice-prefeito Jonatã Coelho, juntamente com as equipes da Defesa Civil, secretaria de Obras, Agricultura e Pesca e apoio de servidores que se dispuseram a colaborar; saíram para fazer levantamento das necessidades dos moradores. O prefeito e uma equipe se deslocou para a região da linha do campo (interior), enquanto que o vice-prefeito e outra equipe saiu para fazer levantamento na área urbana do município, bem como ir sinalizando os locais afetados para que os motoristas não cruzassem.

“Foi enxurrada muito forte que veio, os bueiros transbordaram e a erosão comeu muitos pontos do calçadão da Avenida Beira Mar e na segunda, terceira e quarta avenidas. Na segunda-feira, 20, nossas equipes vão iniciar a recuperação dos prejuízos, até agora ainda não calculados. Pedimos que a população tenha calma e vamos juntos reconstruir os danos materiais, o mais importante é a vida”, afirma o vice-prefeito de Balneário Gaivota. O prefeito Kekinha deverá decretar Situação de Emergência ainda neste sábado, 18/11, e afirma que “o momento é de união para reerguermos novamente, após as forças da mãe natureza. Nesssa hora a gente precisa dar valor a vida e os danos a gente vai buscar apoio para reconstruir”, finaliza.

O prefeito Kekinha Santos determinou a Secretaria de Assistência Social do município que fizesse a entrega de algumas cestas básicas para as famílias que tiveram suas residências alagadas com o temporal.

De acordo com a Secretária Téia Santos, foram distribuídos alimentos para as famílias que estavam necessitadas. Na semana que vem será feito um levantamento completo das necessidades de todas as famílias atingidas pelo temporal.

A Prefeitura emitiu um alerta nas redes sociais, solicitando aos moradores para evitar abrigar-se próximo de árvores devido ao risco de quedas. Para situações de emergência, os moradores devem entrar em contato pelos seguintes contatos:

– Defesa Civil – 48.99610-7413
– Sec. Obras – 48. 9.9984-4395
– Sec. Agricultura – 48. 9.9900-7464

Fotos: Colaboração Thiago Madri/Defesa Civil