Deputados catarinenses aprovaram hoje a suspensão dos prazos de validade dos concursos públicos no Estado. Caso seja sancionada pelo governador Carlos Moisés, a nova lei ficará em vigor enquanto durar o decreto de calamidade pública por conta do coronavírus.
De acordo com o autor da proposta, delegado Ulisses Gabriel (PSD), o objetivo é diminuir os prejuízos aos candidatos aprovados nas últimas seleções. O pessedista, que ocupou cadeira no Legislativo no início deste ano, justifica ainda que o poder público também terá uma economia, já que não precisará fazer uma nova seleção.
“A administração pública terá dificuldades para realizar novos concursos e muitas áreas, como segurança e saúde, poderão ser afetadas com a falta de servidores”, acrescenta.
Ulisses usa como exemplo a Polícia Civil. No concurso realizado em 2017, 1 mil pessoas foram aprovadas e aguardam nomeação, mas apenas 100 foram chamadas. Porém, a instituição tem déficit de 2,5 mil policiais. Caso o prazo da seleção expire, o Estado teria que ter mais despesas para fazer um novo edital.

1 COMENTÁRIO

  1. Bom dia. Na educação tambem, não apenas na saúde e seguranca. Também estamos ansiosos para uma nova chamada. Nosso concurso não pode cair no esquecimento. Mas parabéns pela aprovação da suspensão.

Comments are closed.