Seguindo o lema “Jogamos Juntos o Mesmo Jogo” e com o objetivo de trazer conscientização e dar visibilidade às necessidades das pessoas com Transtorno do Espectro Autista (TEA), 16 crianças autistas entrarão em campo com os jogadores do Criciúma Esporte Clube neste domingo, 09, no jogo diante do Cuiabá. A partida acontece a partir das 16h no estádio Heriberto Hülse e é válida pela 6ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro.

A ação é realizada pela Torcida Autistas Carvoeiros e pelo Criciúma Esporte Clube e as crianças que entrarão em campo representam instituições que atuam diariamente em prol do bem-estar e qualidade de vida das pessoas com TEA na Região Carbonífera.
“O nosso principal objetivo é que, em um futuro próximo, pessoas com TEA possam ter acesso a uma sala adaptada no estádio Heriberto Hülse para verem os jogos. Isso, porque a hipersensibilidade auditiva e de outros sentidos podem desencadear extremo desconforto físico e emocional nos autistas, devido à dificuldade no processamento sensorial que grande parte das pessoas com TEA apresentam”, explica o fundador da Torcida Autistas Carvoeiros, Felipe Liprandi Minatto.

Sem barulho na entrada

As torcidas Os Tigres e Guerrilha Jovem participarão da ação e, por isso, na entrada dos jogadores, não haverá nenhum tipo de barulho de instrumentos ou músicas. Além disso, para que os torcedores também possam contribuir e ajudar as crianças autistas, o pedido é para que quem estiver nas arquibancadas não bata palmas ou produza qualquer forma de barulho no momento.
“Eles são sempre muito receptivos e entendem a nossa causa. Não teremos aplausos também na entrada dos jogadores, isso é muito importante. O Criciúma é um clube com muita visibilidade, assim como sua torcida, e com ações como essa, vão nos ajudar a trazer mais conscientização sobre o autismo”, destaca Minatto.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui