O cabo Matheus Premoli de Souza e o cão de busca Bono, que formam o binômio do Corpo de Bombeiros de Araranguá, estão novamente no Rio Grande do Sul, atuando na busca de desaparecidos. Eles, juntamente com o sargento Willian Valdeley Marques e o seu cão Marley, de Governador Celso Ramos, se deslocaram na segunda-feira, dia 3, para solo gaúcho.

Esta foi a segunda vez que Premoli e Bono foram enviados para missão na tragédia do Rio Grande do Sul deste ano. Na segunda semana de maio, Premoli e Bono encontraram o corpo de um senhor na cidade de Roca Sales e depois foram atuar em Cruzeiro do Sul, onde Bono indicou dois pontos de interesse no último dia de serviço da dupla. No local, o corpo de uma menina, de 11 anos, foi encontrado pela equipe que substituiu o binômio araranguaense.

Desta vez, os dois binômios catarinenses, Premoli e Bono e Valdeley e Marley, foram enviados para o Lajeado, de onde receberam a missão de trabalhar em Arroio do Meio, juntamente com equipes de bombeiros do Paraná e do Amazonas. O binômio de Araranguá deve permanecer no estado gaúcho até domingo, dia 9.

As enchentes que tomaram o Rio Grande do Sul após os temporais que assolaram o estado já duram mais de um mês em alguns municípios gaúchos. Conforme publicação da Agência Brasil desta segunda-feira, dia 3, Mais de 616,6 mil pessoas ainda estão impossibilitadas de voltar para suas casas, devido à calamidade pública provocada pelas fortes chuvas que caíram no estado entre o fim de abril e maio.

 

Texto: Gislaine Fontoura

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui