Esta foi a maior devolução da história do Legislativo que está sob a presidência do vereador, Luciano Pires

Desde 2017, a Câmara de Vereadores devolve ao Poder Executivo parte de seus recursos fruto de diversas economias implementadas durante o ano. Em 2023, não foi diferente, e na tarde desta quinta, 04, foi a vez dos vereadores oficializarem a devolução de aproximadamente R$2 milhões com a presença da imprensa regional.

O ato comandado pelo presidente da casa, Luciano Pires, aconteceu no gabinete do prefeito municipal, César Cesa. Apesar do valor já estar na conta do município, um cheque simbólico no valor de R$ 1.909.842,96, foi entregue à administração municipal que aplicará os recursos em obras que beneficiem a população. “Vejo com bons olhos esta relação entre os poderes e por se unirem para melhorias por Araranguá”, comentou o prefeito que não garantiu qual projeto específico será empregado o recurso mas cogitou aplicar na obra de construção da escola ambiental que será implementada no Parque Belinzoni em breve.

Também participaram do ato os vereadores: Samuel Nunes, Luiz da Farmácia, Lena Périco, Edir Clésio o Tico, Diran, Nelson Soares, Zico, Márcio Tubinho, Paulinho Souza, Douglas Michels e Diego Pires.

Devolução histórica
O valor de devolução foi o maior da história do Legislativo Municipal, e para o presidente, Luciano Pires, uma demostração de respeito e cuidado com o dinheiro público. “Com um trabalho bem feito, tratando com respeito pela população, foi possível economizar e ao mesmo tempo garantir a manutenção da Câmara e realizar algumas aquisições importantes. Foi uma gestão comprometida!”, avaliou o presidente.

Além da economia apresentada, a mesa diretora não concedeu diárias aos servidores e vereadores no período, além de comprar mais um veículo zero quilômetro para uso dos parlamentares, realizar melhorias na estrutura após problemas causados pelas chuvas, adquirir um terreno para ampliar a casa e um gerador para garantir a energia elétrica mesmo quando há falta do serviço pela distribuidora.