Nas últimas semanas a presença de caravelas-portuguesas chamou a atenção dos banhistas

Foto: Divulgação CBMSC

O litoral sul catarinense vem tendo um número alto de ocorrências relacionadas a queimaduras por águas-vivas. De acordo com os dados do dia 1° de janeiro até 5 de fevereiro de 2024, cerca de 18 mil ocorrências de lesões por água-viva foram registradas nas cinco praias pertencentes ao 4° Batalhão dos Bombeiros Militar (4° BBM) de Criciúma (Balneário Rincão, Balneário Arroio do Silva, Balneário Gaivota, Morro dos Conventos e Passo de Torres), um aumento de quase 70% em relação ao mesmo período do ano passado.

Um dos principais alertas nas praias indicando o alto índice de águas-vivas é a bandeira lilás. “Essa bandeira quando hasteada nos postos é sinal que há ocorrência de água viva naquela praia, servindo de alerta para os banhistas”, ressaltou o comandante do 4º BBM, tenente-coronel Henrique Piovezam da Silveira.

Nas últimas semanas a presença de caravelas-portuguesas vem chamando a atenção dos banhistas nas praias. Segundo a bióloga Daniela Bôlla esses animais podem ser empurrados pelos ventos fortes para a costa durante os meses de primavera e verão, encalhando nas praias e causando acidentes. O aumento da temperatura da água também contribui para o maior aparecimento das caravelas.

Em caso de queimaduras, o Corpo de Bombeiros de Santa Catarina (CBMSC) orienta procurar um posto de guarda vidas para receber melhores orientações e o atendimento inicial. “O indicado é não lavar com água doce, mas sim borrifar vinagre na lesão, neutralizando o efeito das toxinas e também evitar coçar a área atingida”, reforçou o comandante do 4º BBM.

Além disso o CBMSC possui uma área temática dentro do site da corporação que reúne todas as informações da Operação Veraneio e que pode ser acessado através dos QR Codes, que estão espalhados pelas praias de todo o litoral catarinense, facilitando assim a orientação aos moradores e turistas que aproveitam as praias de Santa Catarina.

Texto:Estagiária Edna Schmitz

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui