O esquema criminoso seria realizado por médicos que venderiam receitas assinadas aos farmacêuticos

A Polícia Civil de Santa Catarina, por meio da Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Araranguá deflagrou nesta segunda-feira, dia 13, operação em conjunto com a Vigilância Sanitária, a fim de cumprir mandados de buscas em duas farmácias e dois consultórios médicos da cidade, a fim de angariar elementos de informação acerca da comercialização e utilização de receitas médicas para venda de remédios controlados.

O esquema criminoso seria realizado por médicos que venderiam receitas assinadas aos farmacêuticos, que por sua vez as utilizavam para vender remédios controlados para pacientes que não tinham receita médica, a fim de revestir o ato de regularidade perante os órgãos fiscalizadores. Nos estabelecimentos foram apreendidas diversas receitas médicas assinadas em branco. As investigações prosseguem.