A partir desta sexta-feira (07/06/24), serão emitidos boletins semanais referente ao levantamento das famílias do Rio Grande do Sul vindas para o extremo sul catarinense e que procuraram os serviços públicos municipais. A AMESC (Associação dos Municípios do Extremo Sul Catarinense), através da assessoria de Políticas Públicas, faz o recebimento do diagnóstico, para que as autoridades possam se estruturar diante das demandas e tomar as decisões.

A assessoria em Políticas Públicas da AMESC, Rosangela Paulino Alexandrino, efetua a coleta dos dados. Já na assembleia dos prefeitos em maio, logo após o início das fortes cheias que impactaram o estado vizinho, apresentou os primeiros números das pessoas que estavam buscando atendimento de políticas públicas na rede municipal, para que se iniciassem as ações para atender essa demanda.

Os prefeitos acharam de suma importância acompanhar este mapeamento com o objetivo de que se possam ser melhor estratificadas as ações diante dessa nova realidade.

Para o presidente da AMESC, prefeito de São João do Sul, Moacir Francisco Teixeira, através do diagnóstico estas pessoas poderão ser melhor recepcionadas, com vistas a não ter comprometimentos no atendimento atual. “Estamos mobilizados para defender nossa região diante de todas as esferas, porque é por meio de organização entre todos os entes que podemos superar essa situação tão triste a qual vem sendo vivenciada”.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui